Buscar

Os 5 passos para um Onboarding eficiente

Atualizado: Mar 23



Quando falo sobre Onboarding dentro das empresas, me refiro aos primeiros dias ou semanas de um novo colaborador. Esta nomenclatura ainda é relativamente recente no nosso país, podemos chamar de integração, bem vindo a bordo, como for.


Percebermos muitas empresas vendendo o verdadeiro paraíso na hora de recrutar, mas no momento que o candidato passa pelo processo, continua tudo “mais do mesmo”.

Essa é a equipe, essa é sua cadeira e seu computador, aguarda que o "Fulano” vai fazer um treinamento operacional com você.

Está feita a integração.



Uma pesquisa recente, realizada pela SHRM Foundation, mostra que os colaboradores que recebem um Onboarding estruturado no início da sua jornada na empresa, têm 69% a mais de chances de permanecer nela por três anos ou mais. Isso nos faz perceber a importância deste momento para a retenção de talentos, engajamento do grupo e melhores resultados para o negócio.


Nosso CPO Fernando Pante, destaca 5 passos essenciais para um Onboarding eficiente. São eles:


1 - Crie Guardiões da Cultura.

Primeiramente a empresa precisa ter uma cultura definida, que realmente seja colocada em prática e faça sentido para as pessoas que trabalham ali.


2 – Fale sobre a História da empresa.

A história do negócio é um fator essencial para o engajamento dos colaboradores, pois é uma maneira de contextualizar a pessoa do momento que a empresa está vivendo, entender o modus operandi e despertar o sentimento de pertencimento do lugar onde está trabalhando. Afinal, nada melhor do que uma boa história.


3 – Fale sobre o mercado que a empresa está inserida.

É fundamental entender o nicho de mercado do negócio, a representatividade dele para a região, regiões abrangentes, fatia de mercado, projeções futuras, entre outras. Isto faz com que o colaborador tenha uma visão macro do negócio e comece a pensar mais estrategicamente.


4 – Entenda no detalhe o que as pessoas fazem.

Quando entendemos o que as pessoas que trabalham conosco fazem, conseguimos enxergar melhor a linha de produção do negócio e onde e como influenciam no processo. Quando um novo membro entrar para a equipe, invista algumas horas ou dias para que ele conheça o que todos fazem.


Muitas vezes esta prática também é realizada no dia a dia da empresa, sem ser necessariamente apenas no Onboarding. Assim todos conhecem a atividade de cada um, podendo até fazer um rodízio entre áreas.


5 – Peça feedback para os colegas de trabalho e para o novo colaborador.

Precisamos saber como está sendo o desempenho do novo membro do time, para isso precisamos pedir feedbacks, tanto da própria pessoa quanto dos responsáveis por cada setor que o colaborador interage. Dessa forma, conseguimos perceber rapidamente como ele está progredindo, tirar dúvidas e fazer alguns ajustes de rumo. Estes feedbacks podem ser diários ou semanais.


Neste artigo não estamos focando nas questões burocráticas e operacionais, buscamos trazer práticas que grande parte do mercado ainda não costuma fazer ou não sabe. Este passo a passo quando bem executado, certamente irá influenciar na retenção de talentos, fortalecimento da cultura, engajamento do time, maior sintonia entre setores, entre outros benefícios.


Acreditamos ser fundamental a participação de todos os colaboradores neste processo de Onboarding, não apenas o RH ou gestão. Assim todos irão falar sobre a cultura do negócio, interagir com os novos colegas e conhecer cada vez mais a história, produtos e processos da empresa. Afinal, quando falamos e ensinamos algo, estamos aprendendo ainda mais sobre ele.

38 visualizações
Iniciativa Eyes
iniciativaeyes_linkedin_corporativo_negó

 © 2019 - Iniciativa Eyes - acelerando negócios